Save our planet

novembro 09, 2017




A Europa, considerando a UE, a Suiça e e Noruega, é vista como um dos principais potenciadores de lixo marinho nos oceanos, sendo um dos maiores produtores, consumidores e exportadores de plástico e de resíduos de plástico do mundo. Em 2014, a Europa produziu 20% do plástico mundial - o que equivale a 59 milhões de toneladas, das quais 39,8% se destina a embalagens de plástico, doa s quais 30,8% acaba em aterros. Estima-se que os europeus utilizem, em média, 100 mil milhões de sacos de plástico. 
São estes os valores que vocês desconhecem. E são estes os valores para os quais cada um de nós contribui todos os dias.

A contaminação do meio marinho com plásticos adquiriu proporções verdadeiramente preocupantes nestes últimos anos. Isto tem vindo a ser notório pelo aumento das ilhas de plástico que se têm vindo a formar nos oceanos. Estima-se que em 2050 exista mais plástico nos oceanos do que peixes. 

Todos os anos entram milhões de toneladas nos oceanos. Destes, apenas uma fração muito pequena fica à superfície. A maior parte do plástico dissemina-se nas águas dos oceanos, o que vai ter um impacto muito significativo  nas espécies marinhas, nomeadamente aves, tartarugas e mamíferos marinhos.

Atualmente, também se tem vindo a notar a contaminação generalizada das cadeias tróficas por microplásticos, tendo sido encontrada a sua presença em várias espécies marinhas (peixes) e até no sal marinho. Por isso, mesmo sem saber, podes estar a ingerir plástico.

O que podes fazer?
Deixa de usar plástico - sacos de plástico, embalagens de plástico, palhinhas, garrafas de água, etc. Hoje consegues encontrar uma enorme quantidade de substitutos para todos os itens feitos originalmente de plástico, que são reutilizáveis, e muito mais benéficas para a tua saúde e para o ambiente.

Eu não quero viver num mundo em que o plástico predomina. Tu queres? 


Com amor, 
Anna.

You Might Also Like

0 comentários

Share your thoughts with me :)