How having less feels like having more

junho 23, 2017


Less is more - já todos ouvimos esta frase. Mas, mutos pensam: se temos menos coisas, como é que podemos ter mais?

Para muitos, é difícil pensar sequer em deixar de possuir coisas, muito porque fomos acreditando que precisamos realmente daquelas coisas, quando no fundo temos noção que só usamos uma vez.
Uma coisa essencial de se perceber: Ter menos não equivale a deixar de ter. Tem de se encontrar um equilíbrio em que tens tudo o que precisas e dás o que não tem qualquer utilidade para ti. É fazer o que se adequa a ti. Como já referi varias vezes, não existem regras no minimalismo.
Ao eliminar tudo o que não damos uso, não precisamos, não usamos, estamos a criar espaço para tudo o que vos faça sentir bem, que vos faz feliz. E sim, ás vezes são coisas. Outras vezes, são acontecimentos, são tarefas. Seja o que for.

Less is more - we've all heard this phrase. But, a lot think: if, less things, how can we have more?

For many, it is difficult to think of looking for needs, much because we have been believing that we really need those things, when there is no fund.
An essential thing to realize: Having less is not the same as not having it. You have to find a balance where it says everything you need and you give what has no use for you. It is doing what is right for you. As I have said several times, there are no rules, no minimalism.
Everything that is not used, is not precision, we do not use, we are creating space for everything you are doing. And yes, sometimes they are things. At other times, they are events, they are tasks. Be what it stops.

Como é que ter menos é ter mais?
How having less is having more?

- Menos dinheiro gasto. Quando te livras de coisas desnecessárias, acredita, vais ganhar gosto a viver com o que realmente interessa e vais pensar 4 vezes antes de comprar alguma coisa. E quando desejas menos coisas, também compras menos coisas.
O facto de teres menos coisas também vai fazer com que gastes menos dinheiro em reparações, por exemplo. Tudo isto vai fazer com que poupes dinheiro, que podes usar para coisas que ames.

- Menos desordem mental, menos stress. Talvez não te apercebas disso diariamente, mas estamos rodeados pela desordem. Até as nossas mentes estão desordenadas, e em stress. É como ter um barulho constante de fundo e nem nos percebemos disso, até ao momento em que este barulho de fundo é "desligado". Traz-te uma sensação de paz. Com uma mente mais calma, consegues focar-te com mais facilidade, ser mais produtivo e estar mais relaxado.

- Menos culpa. Quantas e quantas vezes compraste alguma coisa e acabaste por nem sequer a usar? Uma blusa que gostaste que ainda está com etiqueta no armário, ou uma jarra escondida no armário. Na altura pareceu boa ideia comprar. Se começares a planear o que precisas de comprar, isto vai acontecer cada vez menos, até porque vais começar a sentir-te culpada por comprares alguma coisa à qual não vais dar qualquer uso.

- Mais tempo. O tempo é precioso. E quanto menos tempo passares a olhar para catálogos, e-mails, a fazer compras e a ver lojas, mais tempo nos sobra para fazer aquilo que realmente importa para ti. Mais tempo para estares com quem amas. Mais tempo para fazer o que mais amas. Mais tempo para ti.

- Mais apreciação e contentamento. Quando escolhes ter menos coisas, é mais provável que tenhas mais cuidado e que só tragas algo para casa com uma verdadeira intenção. Vais trazer coisas que gostas que te fazem feliz e que aprecias verdadeiramente. Vais sentir-te mais grato por essas coisas.

- Mais felicidade. Ainda reside muito a ideia que as posses é que trazem felicidade: quanto mais coisas se possui, mais feliz se é. Mas isto só vai trazer o desejo de querer ainda mais. Por outro lado, estares feliz com o que tens, altera este pensamento. Ajuda-te a manter apenas as coisas realmente importantes para ti. Isto vai resultar numa atitude genuína e generosa - vai te trazer mais felicidade.




- Less money spent. When you get rid of unnecessary things, believe me, you'll get a taste for living with what really matters, and you'll think 4 times before buying something. And when you want fewer things, you also buy fewer things.Having fewer things will also make you spend less money on repairs, for example. All this will save you money, which you can use for things you love.

- Less mental disorder, less stress. Maybe you did not realize it every day, but we're surrounded by clutter. Even our minds are cluttered, and in stress. It's like having a constant background noise and we do not even notice it until the background noise is "off". It brings you a sense of peace. With a calmer mind, you can focus more easily, be more productive and be more relaxed.

- Less guilty. How many times have you bought something and ended up not even using it? A shirt that you like that's still labeled in the closet, or a jar hidden in the closet. At the time it seemed a good idea to buy. If you start planning what you need to buy, it will happen less and less, because you will start to feel guilty about buying something that you will not use.

- More time. Time is precious. And the less time you spend looking at catalogs, e-mail, shopping, and shopping, the more time we have left to do what really matters to you. More time to be with who you love. More time to do what you love the most. More time for you.

- More appreciation and contentment. When you choose to have fewer things, you are more likely to be more careful and bring something home with real intent. You'll bring things you love that make you happy and truly appreciated. You'll feel more grateful for these things.

- More happiness. There is still much the idea that possessions bring happiness: the more things one has, the happier one is. But this will only bring the desire to want even more. On the other hand, being happy with what you have, alters this thinking. Help keep just the things that really matter to you. This will result in a genuine and generous attitude - it will bring you more happiness.


Já experimentaste viver mais, com menos?
Conta-me tudo!
Have you tried living with less?
Tell me all about it!


With love,
A.

You Might Also Like

0 comentários

Share your thoughts with me :)