A vegetarian pantry #2

março 31, 2017


Segundo post sobre a despensa vegetariana.
Falamos de vegetais/fruta no primeiro post da tag, que podem ver aqui.
Second post about the vegetarian pantry.We talk about vegetables/fruits in the first post of the tag, which you can see here.

Hoje trago-vos um bem essencial para qualquer tipo de dieta, mas que é imprescindível para uma dieta vegetariana: cereais (integrais) e derivados. O mundo dos cereais é muito vasto para se falar de todos aqui. Alguns nomes podem ser novos para uns, mas tudo bem. Mais uma vez não precisam de consumir todos os cereais e derivados que existem. Convém é sempre ir variando, para não estarem sempre a comer só um tipo de cereal, e experimentando, podem ser surpreendidos :)
Today I bring you an essential good for any type of diet, but that is essential for a vegetarian diet: cereals (whole grains) and derivatives. The world of cereals is too vast to speak of all here. Some names may be new to some, but that's okay. Once again they do not need to consume all the cereals and derivatives that exist. Convenience is always go varying, not to always be eating only one kind of cereal, and experimenting, can be surprised :)




Cada um deles tem o seu sabor, distinto de cada um dos outros, e são tão versáteis. Podem chegar até nós em grãos, farinha ou flocos, e podem ser usado cozidos, com saladas, sopas, papas, cremes; podem consumi-lo como o arroz. Podem também optar por os consumir crus, demolhando-os e germinando; para fazer leites vegetais. Podem utilizar as diferentes farinhas para tentar fazer várias receitas de pães, bolachas, bolos, etc. Podem usar da forma que vos convier.
Each one of them has its flavor, distinct from each other, and are so versatile. They can reach us in grains, flour or flakes, and can be used boiled, with salads, soups, potatoes, creams; Can consume it like rice. You may also choose to consume them raw, soaking them and germinating; To make vegetable milks. They can use the different flours to try to make various recipes of breads, biscuits, cakes, etc. You can use it the way you want.

Os cereais integrais são melhores para consumir do que os cereais refinados, uma vez que são de absorção lenta e apresentam um perfil nutricional mais interessante e completo. São uma das principais fontes de fibra e hidratos de carbono complexos e podem ser extremamente ricos em minerais, vitaminas e proteínas, e em alguns casos apresentam até todos os aminoácidos essenciais. No entanto, como contém elevados níveis de ácidos fíticos, devem ser cuidadosamente preparados(devem ser sempre demolhados algumas horas antes de serem utilizados).
Whole grains are better to consume than refined cereals, since they are slow-absorbing and have a more interesting and complete nutritional profile. They are one of the main sources of fiber and complex carbohydrates and can be extremely rich in minerals, vitamins and proteins, and in some cases present even all essential amino acids. However, since it contains high levels of phytic acids, they should be carefully prepared (they should always be soaked a few hours before being used).

. Amaranto: não é muito conhecido, mas é uma super semente da África Central/Sul. Tem um perfil nutricional fantástico, inclui todos os aminoácidos essenciais e uma excelente combinação de vitamina C, cálcio e ferro. Todo o amaranto disponível é integral, uma vez que as sementes são muito pequeninas e não podem ser refinadas. Não contém glúten e pode ser usado como farinha, papas de pequeno-almoço, sopas, saladas, salteados.
. Amaranth: is not very well known, but is a super seed of Central / South Africa. It has a fantastic nutritional profile, includes all essential amino acids and an excellent combination of vitamin C, calcium and iron. All available amaranth is integral, since the seeds are very small and can not be refined. It's glúten free and can be used as flour, breakfast potatoes, soups, salads, sautéed.

. Arroz: com imensa variedade, é sem dúvida um dos alimentos mais conhecidos e usados em todo o mundo. Há cada vez mais variedade integral, que é o melhor, mas podem também optar pelo arroz selvagem, arroz preto, arroz basmati. Sem glúten.
. Rice: with immense variety, it is undoubtedly one of the most well-known and used foods around the world. There is more and more variety, which is the best, but can also opt for wild rice, black rice, basmati rice. Gluten free.

. Aveia: dos cereais mais usados em pequenos almoços (as famosas papas de aveia), bolachas, bolos, pães. Naturalmente sem glúten, mas como a grande maioria é produzida em fábricas que lidam com outros cereais com glúten, acaba por ficar contaminada.
. Oats: the most used cereals in breakfasts (the famous oatmeal), biscuits, cakes, breads. Naturally is gluten-free, but since the vast majority are produced in factories that deal with other gluten-containing cereals, it becomes contaminated.

. Centeio: cereal difícil de refinar, pelo que a sua farinha contém uma grande parte dos nutrientes. Muito usada no pão, tem glúten.
. Rye: cereal difficult to refine, so its flour contains a large part of the nutrients. Very used in bread, it has gluten.

. Cevada: infelizmente a maior parte da cevada já é muito modificada,pelo que o seu consumo deve ser de origem biológico. É o principal constituinte da cerveja. Pode ser usada de imensas formas, desde farinhas até café.
. Barley: unfortunately most of the barley is already heavily modified, so its consumption must be of biological origin. It is the main constituent of beer. It can be used in many ways, from flour to coffee.

. Espelta: mais rica nutricionalmente que o trigo, com glúten mais fácil de digerir (pessoas intolerantes ao glúten conseguem muitas vezes digerir este cereal). A farinha de espelta tem um comportamento muito idêntico à de trigo, pelo que pode ser um bom substituto para a mesma.
. Spelled: richer nutritionally than wheat, with gluten easier to digest (people intolerant to gluten can often digest this cereal). The spelled flour has a very similar behavior to that of wheat, so it can be a good substitute for it.

. Milho: como grão, farinha, amido. Chega-nos de várias formas. Com a farinha mais grossa podemos fazer polenta; com a mais fina podemos fazer tortillas. Também pode ser usada para bolos, pães,  bolachas. Infelizmente é uma das culturas mais modificadas geneticamente, pelo que se deve também dar preferência ao biológico.
. Corn: like grain, flour, starch. It comes to us in many ways. With the thickest flour we can make polenta; With the finest we can make tortillas. It can also be used for cakes, breads, biscuits. Unfortunately, it is one of the most genetically modified crops, so biological preference should also be given.

. Millet: típico de cozinha africana, também conhecido como milho-painço. São sementes e estão associados a comida de pássaro, mas e um maravilhoso alimento para nós. É muito versátil, pode ser usado da forma que mais gostar. Não contém glúten.
. Millet: typical of African cuisine, also known as millet-millet. They are seeds and are associated with bird food, but it is a wonderful food for us. It is very versatile, can be used in the way you like it most. Gluten-free.

. Quinoa: cada vez mais usado. Com uma preparação idêntica à do arroz, é uma ótima alternativa que nos fornece proteínas com todos os aminoácidos essenciais e ainda alguns minerais. Pode ser encontrada de diversas cores, desde bege, vermelha, preta, etc. Não contém glúten.  
. Quinoa: increasingly used. With a similar preparation to rice, it is a great alternative that provides us with proteins with all the essential amino acids and still some minerals. It can be found in several colors, from beige, red, black, etc. Gluten-free.

. Trigo: o mais conhecido. O grande problema do trigo é estar também altamente modificado, para ser mais resistente. O consumo exagerado deste alimento é a causa de um grande aumento de intolerância ao glúten, pois o glúten que faz parte do trigo é muito complexo e estranho ao nosso organismo, daí ser difícil de digerir.
. Wheat: the best known. The great problem of wheat is also being highly modified, to be more resistant. Exaggerated consumption of this food is the cause of a great increase of intolerance to gluten, because the gluten that is part of the wheat is very complex and strange to our organism, hence it is difficult to digest.

. Trigo sarraceno: apesar do nome, não é trigo, nem sequer é um cereal. O que consumimos é, na verdade, uma semente de ruibarbo. É uma ótima fonte de proteínas completas e muitos minerais e não tem glúten. Os grãos têm um sabor bastante neutro, ao contrário da farinha, que tem um ligeiro sabor a noz.
. Buckwheat: despite the name, it is not wheat, not even a cereal. What we consume is, in fact, a rhubarb seed. It is a great source of complete proteins and many minerals and does not have gluten. The grains have a rather neutral taste, unlike flour, which has a slight nutty taste.

Há uma enorme variedade de outros cereais menos conhecidos também ótimos para consumo. Variem sempre entre estes e poderão fazer inúmeros pratos diferentes, com novas texturas, novas cores e novos sabores. Arrisquem :)
There is a huge variety of other lesser known cereals also great for consumption. They always vary between these and can make numerous different dishes, with new textures, new colors and new flavors. Risk it :)

A

You Might Also Like

0 comentários