Why Vegan? IV

fevereiro 14, 2017

(english version below)


A razão mais comum para o veganismo: Os animais. Ou melhor, o sofrimento dos animais. Foi o que me fez fixar tanto neste estilo de vida. Quando se sabe o que realmente se passa nos matadouros, é impossível ficar indiferente (a não ser que haja algo de errado contigo). Se cada um de nós se preocupasse nem que fosse um pouco, em procurar saber a verdade, em não acreditar em propagandas de vacas felizes, talvez o mundo fosse um bocadinho melhor.
Uma vez que começas a enveredar pelo veganismo, seja por que motivo for, é (quase) impossível não te deparares com esta realidade. Sim, eu sei que todos sabemos que a carne/peixe que nos vem parar ao prato vem de animais mortos. Mas será que temos consciência disso? Sou da opinião de que não. Nem sequer nos preocupamos em saber a verdade. E para que? Para não ficarmos escandalizados nem de coração partido quando virmos o que realmente acontece? É exatamente isso.
Já tive bastantes pessoas a dizerem que "não quero saber, porque não quero deixar de comer carne". Este é sem duvida o pior tipo de pessoas. Porque sabem, mas não querem saber. Sabem que o bife que vão comer veio de crueldade e sofrimento de um ser vivo, mas não querem saber. Querem é comer.
Sabiam que o nosso organismo não está preparado para digerir a carne? Que não temos um sistema digestivo como os animais que comem carne? Nós temos um sistema digestivo de um herbívoro. O nosso intestino tem cerca de 12 vezes o comprimento do nosso corpo, ao contrario de que, por exemplo, o intestino de um carnívoro tem apenas 3 vezes mais? Isto, para que possa digerir mais rápido a carne. Tal como o ácido estomacal, nos carnívoros é 12 vezes mais forte que o nosso, também para que a carne seja mais rapidamente digerida! O nosso intestino é longo para digerir a fruta, os vegetais, legumes. E porque é que as nossas veias entopem, e as dos carnívoros não?

Mas já estou a divagar. Vamos falar do que realmente interessa (neste post).
Aqui estão algumas coisas que talvez precisem de saber acerca da industria da carne, lacticínios e ovos:
# Não importa a que industria se fale aqui: a pecuária intensiva, onde milhares de animais estão fechados, quase sem se conseguirem mexer de tão apertados que estão, sem nunca verem a luz do dia, provoca stress. Este stress põe os animais doentes, e vão receber antibióticos. Muitos antibióticos. Ás vezes, esses antibióticos são dados logo à nascença, ou em muito jovens, para que não adoeçam.
# A maior parte dos animais é mutilada. A sangue frio. Aos porcos, é cortada ainda em pequenos a cauda encaracolada. Aos pintainhos são cortados os bicos para que não se firam umas as outras; as vacas vêm os seus cornos cortados ou queimados, pelo mesmo motivo.

# Para dar leite, as vacas têm de estar grávidas. As vacas são, assim, engravidadas à força e brutalmente, o tempo todo. Após o parto, o bezerro é lhes tirado, para que os humanos possam beber o seu leite. Se nascer macho, vai para a industria da carne, onde será abatido com semanas, depois de tomar inúmeros antibióticos e hormonas de crescimento, para que este seja acelerado. Se for fêmea, terá o mesmo destino que a mãe. A mãe e os filhos choram uns pelos outros, durante dias. A vaca, logo após dar à luz, é engravidada de novo, e o processo repete-se. Devido a tanto abuso, o leite natural que sai da vaca, é cor-de-rosa. Devido ao pus de tantas infeções, devido ao sangue. Quando a vaca fica exausta, geralmente em 4/5 anos, é enviada para a industria da carne.

# Os animais são seres sencientes. Eles têm a capacidade de sentir, e de sofrer. Os porcos, por exemplo, são mais inteligentes do que os cães. Imaginem o que é sentirem que vão morrer, e sentirem a própria morte. Estarem em fila para serem mortos e aperceberem-se disso. Tentarem fugir, mas não há como.  

# Pintainhos machos são inúteis para a produção de ovos. São logo enviados para a industria da carne, onde são muitas vezes amassados e triturados vivos.
# Os queijos são feitos através de enzimas produzidas no estomago dos animais.
# Mesmo animais criados ao "ar livre" acabam por receber um tratamento igualmente cruel. a morte, é igual para todos. Estes, têm talvez mais espaço, menos antibióticos e mais luz solar. Mas também aqui os bezerros são retirados à mãe. Também aqui os pintainhos machos são mortos à nascença.
# Muitos animais nem sequer chegam ao matadouro. Morrem antes, devido às condições em que vivem. Do stress, de doenças.
# Estes animais nunca vêm a luz do dia. Estão confinados, de onde apenas saem para o matadouro, para o qual são enviados num camião, que vai atolado de animais, onde muitos acabam por morrer de stress, exaustão ou desidratação.
# Nem sempre os animais são mortos por carne. Animais são esfolados vivos para que a sua pele sirva para fazer roupa ou acessórios (entre muitas outras coisas).São torturados na industria da cosmética, por exemplo, onde são constantemente usados para testar produtos. Este ato é cruel e desnecessário, uma vez que existem meios mais baratos, mais eficientes e sem crueldade, por exemplo, usar pele sintética.
# Os peixes também são animais. Também sentem, também sofrem. É uma industria igualmente cruel, onde os peixes sufocam até à morte. Nos dias de hoje, a maior p arte do peixe já nem sequer vem do mar, mas sim de viveiros, onde não existem condições para que depois a carne dos peixes seja consumida por humanos.




No final de tudo, todos os animais acabam por morrer, devido ao prazer e ganância dos seres humanos. E não, os animais não foram postos aqui para nós nos alimentarmos deles.



Que é que acham de uma vida assim?

*Estas imagens (e muitas outras) são da autoria do site BeFairBeVegan.com e da campanha realizada por eles, em que foi colocado um outdoor na Times Square, em Nova York, que ficou visível até dia 9 de setembro de 2016.

A.


The most common reason for veganism: Animals. Or rather, the suffering of animals. It was what made me fix so much on this lifestyle. When you know what is really going on in slaughterhouses, it is impossible to remain indifferent (unless there is something wrong with you). If each one of us cared a little, trying to know the truth, not believing in advertisements for happy cows, maybe the world would be a little better.Once you begin to embark on veganism, for whatever reason, it is (almost) impossible not to encounter this reality. Yes, I know we all know that the meat / fish that comes to our plate comes from dead animals. But are we aware of this? I am of the opinion that it is not. We do not even bother to know the truth. And for what? So as not to be shocked or heartbroken when we see what really happens? That's exactly it.
I've had enough people say, "I do not want to know, because I do not want to stop eating meat." This is without a doubt the worst kind of people. Because they know, but they do not want to know. They know that the steak they are going to eat came from the cruelty and suffering of a living being, but they do not want to know. They want is to eat.
Did you know that our body is not prepared to digest the meat? That we don't have a digestive system like animals that eat meat? We have a digestive system of a herbivore. Our intestine is about 12 times the length of our body, contrary to that, the intestine of a carnivore has only 3 times more? This, so you can digest the meat faster. Like stomach acid, it is 12 times stronger in carnivores than ours, so that the meat is more quickly digested! Our gut is long to digest fruit, vegetables. And why do our veins clog, and those of the carnivores don't

But I'm already rambling. Let's talk about what really matters (in this post).
Here are some things you may need to know about the meat, dairy and egg industry:
- It does not matter what industry is spoken here: intensive livestock, where thousands of animals are closed, almost without being able to move so tightly that they are, without ever seeing the light of day, causes stress. This stress puts the animals sick, and will receive antibiotics. Lots of antibiotics. Sometimes these antibiotics are given at birth, or very young, so they do not get sick.
- Most animals are mutilated. Cold blood. To the pigs, the curly tail is still cut into small ones. The chicks are cut off so that they do not injure each other; The cows see their horns cut or burned for the same reason.
- To give milk, cows must be pregnant. Cows are thus forcibly and brutally impregnated all the time. After calving, the calf is taken away, so that humans can drink their milk. If the new born is a male, it goes to the meat industry, where it will be slaughtered within weeks, after taking numerous antibiotics and growth hormones, to grow faster. If it is female, it will have the same fate as the mother. Mother and calf cry for each other for days. The cow, just after giving birth, is pregnant again, and the process repeats itself. Because of so much abuse, the natural milk that comes out of the cow, is pink. Due to the pus of so many infections due to blood. When the cow is exhausted, usually in 4/5 years, it is sent to the meat industry.
- The animals are sentient beings. They have the ability to feel, and to suffer. Pigs, for example, are smarter than dogs. Imagine what it is like to feel like you are going to die, and feel your own death. Stand in line to be killed and realize that. Try to get away, but there is no way.
- Male chicks are useless for egg production. They are soon sent to the meat industry, where they are often kneaded and crushed alive.
- Cheeses are made by enzymes produced in the stomach of animals.
- Even "family farmers" animals end up receiving equally cruel treatment. Death is the same for everyone. These, perhaps have more space, less antibiotics and more sunlight. But here too the calves are taken from the mother. Also here the male chicks are killed at birth.
-  Many animals do not even come to the slaughter. They die before because of the conditions in which they live. From stress, from illness.
- These animals never see the light of day. They are confined, from where they only leave for the slaughterhouse, to which they are sent in a truck that is jammed with animals, where many end up dying of stress, exhaustion or dehydration.
- Animals are not always killed by flesh. Animals are skinned alive so their skin can be used to make clothes or accessories (among many other things). They are tortured in the cosmetics industry, for example, where they are constantly used to test products. This act is cruel and unnecessary, since there are cheaper, more efficient and non-cruelty, for example, to use synthetic skin.
- Fish are also animals. They also feel, they also suffer. It is an equally cruel industry, where fish suffocate to death. Nowadays, the highest quality of fish does not even come from the sea, but from nurseries, where there are no conditions for fish meat to be consumed by humans.

In the end, all animals end up dying because of the pleasure and greed of humans. And no, the animals were not put here for us to feed on them.


What do you think of such a life?

* Images: BeFairBeVegan.com Campaign

A.

You Might Also Like

0 comentários