The minimalist principles

fevereiro 12, 2017

(portuguese below)

Minimalism does not necessarily means having less. It is not about possessing more or less. This is a way to help us! Help in what?
Be freer - stop feeling that you are stuck with things. The futilities and superficialities that do not bring happiness to (almost) no one.
Have more time. There is no longer that need to be constantly packing,and cleaning. With minimalism, everything has its fixed place, when it is used and if it is arranged next, there is no more to arrange, right? Weekly cleanups are made in much less time!
Have more room for what matters. Now you can put the books that matter on the shelf, you can pick up whenever you need it by puting it in a especific place. You can always have at hand what you really need.
Have fewer worries. That moment when you will receive visitors and you want to have the house tidy. Touches the whole family and clean it up for a whole afternoon. With minimalism, you probably do not have to worry about that.
Have more pleasure. How not to love this? Minimalism goes beyond decoration, art. When minimalism becomes a philosophy of life, when we begin to ignore things that do not matter and focus on what we want, what is necessary, and makes us happy. Isn't that the dream?
Become healthy. With a healthy mind, you have a healthy body, you have a healthy life. You're healthy.


But how?

Get rid of things you do not need. Things are meant to be used. Not so sometimes. If from the things you do not use, or use so rarely, get rid of them. Offer to someone, donate. You can even try to sell and earn something from it. They're not doing anything at home.
Identify what is essential to you. What makes you happy What have most impact on your life?Makes it all worth it. Whatever is that you want or have, is it worth it? Focus on it. If it's not worth it, you know what to do.
Fill your life with joy. Yes, that is the intention, always. Lie down to what brings no joy. And let it in what it brings. It does not matter what it is. It could be moments. Just focus not on what makes you happy. Both in material and sentimental value.
Correct. Whenever you need it, whenever you find something more, even after you have trown away what you no longer wanted, you can go back. Minimalism is a way of life. It is not when you are living on unimportant things, or feelings, or even what to stop. It is a constant "job". When you need to say goodbye to something, do it without fear.Try to apply these principles in everything you do.

"The secret of hapiness, you see, is not found in seeking more, but in developing the capacity to enjoy less". Sócrates

A.

O minimalismo não é necessariamente ter menos. Não se trata de possuir mais ou menos. Trata-se de um caminho para nos ajudar! Ajudar em quê?
Ser mais livre - deixar de sentir que se está preso a coisas. A futilidades e superficialidades que não trazem felicidade a (quase) ninguém.
Ter mais tempo. Não há mais aquela necessidade de estar sempre a arrumar, constantemente. Com o minimalismo, tudo tem o seu lugar fixo, quando se usa e se arruma de seguida, não há mais para arrumar, certo? As limpezas semanais fazem-se em muito menos tempo!
Ter mais espaço para o que importa. Agora pode por os livros que importam na prateleira, onde se vêm e que pode ir buscar sempre que precisa. Pode ter sempre à mão o que realmente precisa. è preciso lembra: as coisas servem para serem usadas e não para estar arrumadas para serem usadas uma vez e pronto.
Ter menos preocupações. Aquele momento em que vais receber visitas e queres ter a casa arrumada. Toca a pegar em toda a família e limpar tudo durante uma tarde inteira. Com o minimalismo, provavelmente nem precisas de te preocupar com isso.
Ter mais prazer. Como não amar isto? O minimalismo ultrapassa a decoração, a arte. Quando o minimalismo se torna uma filosofia de vida, quando começamos a ignorar as coisas que não interessam e a focar no que queremos, no que é necessário e nos faz feliz. Não é o sonho?
Torna-te saudável. Com uma mente saudável, tens um corpo saudável, tens uma vida saudável. És saudável.

Mas como?

Livra-te de coisas que não precisas. As coisas são para serem usadas. Não só às vezes. Se tens coisas que não usas, ou usas só raramente, livra-te delas. Oferece a alguém, doa. Podes ate vender e ganhar algo com isso. Mas em tua casa não estão a fazer nada.
Identifica o que é essencial para ti. O que é que te faz feliz? O que é que terá mais impacto na tua vida?
Faz com que tudo valha a pena. Seja o que for que tens, vale a pena ter? Foca-te nisso. Se não vale, já sabes o que tens de fazer.
Preenche a tua vida com alegria. Sim, é essa a intenção, sempre. Deita fora o que não traz alegria. E deixa entrar o que traz. Não interessa o que é. Podem ser momentos. Foca-te apenas no que te faz feliz. Tanto em valor material como sentimental.
Corrige. Sempre que precisares, sempre que achares que alguma coisa está a mais, mesmo depois de teres deitado fora o que já não querias, podes voltar atrás. O minimalismo é um estilo de vida. Não acaba quando se livram de objetos sem importância, ou sentimentos, ou seja o que for. É um "trabalho" constante. Quando tiveres necessidade de te despedires de algo, fá-lo, sem medos.

A.

You Might Also Like

0 comentários